quarta-feira, 21 de março de 2007

Da amizade genuína


Fazer amigos pode ser fácil, para pessoas extrovertidas, como eu.
Recordo uma frase do meu pai: "Difícil não é fazer amigos, mas sim saber mantê-los."
É bem verdade.
No fundo, o difícil é saber alimentar as amizades que valem a pena com todos os adubos necessários para que as mesmas se tornem de granito. O segredo está, tenho eu aprendido, em respeitar o outro, em exigir o respeito, em aceitar as diferenças, em partilhar as alegrias, em confidenciar os desgostos, em perdoar as falhas... no fundo, em darmo-nos e recebermo-nos com todas as qualidades e defeitos de que todo o ser humano é feito.

Ao longo da vida, felizmente, tenho vindo a guardar no coração bons amigos.

E, hoje, aprendi, que é nos revezes da vida que nos aprendemos e que aprendemos também a dimensionar a importância que certas pessoas têm para nós.

1 comentário:

jarapiga disse...

adubos para granitos...se topa que cê é de direito memo!!!