terça-feira, 26 de agosto de 2008

Agradecimento aos deuses


Nestes dias em que o trabalho é muito e as 24 horas diárias não chegam para dar conta de tanto recado - e com os meus momentos de indulging myself sucessivamente adiados (o cabelo por cortar, as unhas numa lástima, já para não falar na tortura depilatória a que nós mulheres, infelizmente, estamos votadas) - o regresso a casa tem um sabor especial.
À conta da minha super-filipina, abro a porta, a bichana vem dar o seu olá e, em redor... tudo perfeito. Sem precisar de escrever recados para colar no frigorífico, ela adivinha-me as "ordens", antecipa-se a tudo, tomando a iniciativa.

Bem-hajam aos deuses que ma puseram no caminho!

1 comentário:

borboleta disse...

ai ai a super-filipina bichana vem dar o olá...ai temos o gato nas couves ou a língua portuguesa é muito traiçoeira