quarta-feira, 30 de maio de 2007

E, eis senão quando...


... descubro que uma "estopada jurídica" que escrevi em conjunto com uma grande amiga e que, na altura, teve honras de publicação, faz parte da bibliografia obrigatória de um Mestrado no Brasil. Finésimo, sei lá ;-)

Se desse ao menos para uma digressão ao país-irmão, isso é que era!

4 comentários:

sherlock google disse...

então e o grande amigo que esgravata nos mais reconditos recantos (bela conjugação de palavras, hein?) do google, não merece uma mençãozinha?? Vou fazer uma busca em "brasil-viagens à borla-juristas célebres", malgrado a afronta!

Grande amiga disse...

E lindo, né? Cê acha que é di telefoná ao nosso amigo Favoreu? Eta, que ele ia gostá di sabê disso!

grande amiga, outra vez disse...

Quanto à digressão, é porque eles ainda não sabem que somos giras, além de brilhantes. Se soubessem, já nos teriam convidado.

Bzz disse...

Miguita - mal eles sabem o que estão a perder... é isso mesmo!

Sherlock - não fosses tu e nem nos meus mais imaginativos sonhos eu suspeitaria do facto. Contamos contigo para continuares a esgravatar os reconditos recantos do google! E desenhares coisas bonitas no entretanto ;-)